amava-te sempre fora d’horas

fazes-me falta.
pensava eu. enquanto tentava, de todas as maneiras, sacudir o teu cheiro do meu espaço.
quase que éramos um casal perfeito. faltou-nos ambas as partes: a do casal e a da aproximação à perfeição.
fazes-me falta.
pensava eu. enquanto corrompia saudades entranhadas em marcas de talheres e restos de pasta de dentes no lavatório.
quase que éramos, mas interrompemos o amor antes de ele nos interromper a nós.
“olhe desculpe, tem horas?” – a pergunta que, por instantes, me desviou de ti.
nunca tive horas para nada. amava-te sempre fora d’horas e, pelos vistos, tarde demais.
fazes-me falta.

4 thoughts on “amava-te sempre fora d’horas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s